VENCER O MEDO 

 

    Diz uma antiga fábula que um camundongo vivia angustiado com medo do gato.

    Um mágico teve pena dele e o transformou em gato.

    Mas aí ele ficou com medo do cão.

    Por isso, o mágico o transformou em pantera.
    Então, ele começou a temer os caçadores.
    A essa altura o mágico desistiu. Transformou-o em camundongo novamente e disse:


   “Nada que eu faça por você vai ajudá-lo, porque você tem apenas a coragem de um camundongo”.


    É preciso coragem para romper com o projeto que nos é imposto e ir além. Mas saiba que coragem não é a ausência do medo, mas sim a capacidade de enfrentá-lo e avançar, apesar do medo.
    Caminhando para a frente e enfrentando as adversidades, vencemos os medos… 

    Este é o melhor caminho. Não podemos nos derrotar, nos entregar por causa dos medos.

    O medo é um muro que devemos escalar para vermos o que tem do outro lado.

    Senão, jamais chegaremos aos lugares que tanto almejamos em nossas vidas…

 

Abraços

 

Alexandre Salvador

Psicólogo Clínico e Psicoterapeuta Corporal

CRP-05/46554

 

 

                                   "Arriscar-se é perder o equilíbrio momentaneamente. 
                                     Não se arriscar é perder-se".
                                     Kierkegaard

Deseja receber os próximos textos? Cadastre seu e-mail.